É hora de afiar o machado! Como sua empresa pode reagir ao coronavírus

Muitas atividades estão paralisadas, mas nós não podemos nos deixar paralisar. Sempre tem algo na empresa que a gente quer fazer e não faz. Então agora, permita-se fechar os olhos, olhar pro seu negócio e lembrar de tudo que precisa ser feito. Lembre-se: sua empresa pode reagir ao coronavírus!

Reflita como as coisas são hoje e como você acredita que seria melhor

Aí nasce um cronograma de melhorias. Afinal, elas precisam ser constantes.

Mudanças estruturais, a fachada… Anote tudo que vier a sua imaginação.

Lembre-se, tudo que existe hoje já foi imaginado e se foi feito, é porque colocaram no papel.

Coloque suas ideias no papel!

Depois disto, proponho uma revisão na jornada do cliente.

Analise desde o primeiro contato até o pós-venda, que tipo de experiência este cliente tem na sua empresa e como podemos melhorá-la.

O que não faltam são empresas com milhares de pessoas que já foram atendidas e depois tiveram seus dados arquivados (como estado civil, idade, profissão, entre outros).

Já pensou que as informações dos seus clientes podem ser usadas para criar conexão?

Um cadastro guardado na gaveta não serve para muita coisa. Mas se ele for estudado, com bastante atenção aos detalhes de cada cliente, esse cadastro pode (e deve) ser usado para uma reativação da sua base e pode ser a diferença, principalmente agora!

Toda empresa tem seus 20% de melhores clientes. Você sabe quais são os seus? E eles sabem que estão classificados assim?

O banco faz isto com você te chamando de cliente Personalite, Van Gogh, Prime… E você, como chama seus melhores clientes?

Avalie sua carteira de clientes! Atualize seu cadastro, segmente por nichos (crie um grupo só com profissionais autônomos, outro só com médicos, outro no qual os clientes tem só 1 produto com você, que moram na sua cidade, que moram em outro estado), entenda os diferentes perfis e suas diferentes necessidades (a necessidade/preocupação de um médico é diferente de um motorista de uber), pois futuramente isto vai te auxiliar na retomada.

Este momento pode ser muito difícil, mas também pode ser a virada de chave para que sua empresa seja mais presente na vida dos clientes.

Como está sua comunicação e marketing? Suas redes sociais estão atualizadas? Você compartilha conhecimentos? Você é referência em seu setor?

Faça a seguinte pergunta: onde você passa a maior parte do seu na internet? Aposto que é nas redes sociais.

Suas redes sociais podem ser mais buscadas até que seu site, sabia? E lá você pode começar a criar conexão com gente que não te conhece.

Cada empresário é uma enciclopédia de conhecimento em sua área, é também um exemplo de perseverança.

Vamos deixar isto claro!

Anime-se! É hora de mostrar que não nos deixamos abater.

Se quiser mais dicas, me siga no LinkedIn! Tenho postado muitas dicas e reflexões para os corretores de seguros que podem ser utilizadas por qualquer empresa que queira inovar.

Kleber de Paula é Fundador do Grupo FBN e da Startup Cliente Agente

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *