Lojas Renner sofre ataque hacker e site da loja sai do ar

A rede varejista Lojas Renner informou nesta quinta-feira (19) que um ataque cibernético afetou parte de seus sistemas e de sua operação.

Por volta das 18h45 (horário de Brasília), o site da empresa, usado como uma loja virtual, não permitia acessar produtos.

O site Lojas Renner S.A., que apresenta informações institucionais para investidores, também permaneceu fora do ar.

O aplicativo da loja para Android apresentou um aviso de que “o sistema teve uma instabilidade” e, por isso, não conseguiu carregar as páginas.

Aplicativo das Lojas Renner apontou "instabilidade" no sistema — Foto: Reprodução

Aplicativo das Lojas Renner apontou “instabilidade” no sistema — Foto: Reprodução

Em comunicado, a companhia afirmou que as informações em seus principais bancos de dados foram preservadas e que a operação nas lojas não foi afetada.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

“Em nenhum momento as lojas físicas tiveram suas atividades interrompidas”, diz a nota da Lojas Renner.

No texto, a loja alegou que faz uso de padrões rígidos de segurança e que vai aprimorar sua infraestrutura para adotar mais protocolos de proteção de dados.

A empresa afirmou ainda que manterá o mercado informado e que notificará o caso às autoridades competentes nos próximos dias.

Procurada pelo G1, a Lojas Renner não informou como o ataque atingiu seu sistema, nem quais bases de dados foram afetadas.

Site das Lojas Renner ficou fora do ar nesta quinta-feira (19) — Foto: Reprodução

Site das Lojas Renner ficou fora do ar nesta quinta-feira (19) — Foto: Reprodução

Ataques cibernéticos

Nos últimos meses, ataques afetaram sistemas de empresas e órgãos brasileiros. Uma das vítimas foi a JBS, que, em junho, informou ter pago US$ 11 milhões para recuperar seus sistemas.

O pagamento aconteceu depois que a empresa teve suas operações interrompidas nos Estados Unidos, no Canadá e na Austrália por conta de um ransomware.

O ransomware é um tipo de vírus que impede o acesso às informações armazenadas em um sistema. O objetivo dos criminosos é forçar a vítima a pagar para recuperar o acesso aos dados.

O grupo de medicina diagnóstica Fleury afirmou em junho que foi alvo de uma tentativa de ataque hacker. A ação dificultou por alguns dias o acesso aos resultados de exames.

Com o Seguro Cyber diversos custos como peritos forense, lucros cessantes, recuperação de dados e até mesmo o pagamento de resgate são cobertos! Para Saber mais acesse https://saibamais.grupofbn.com.br/seguro-cyber

FONTE: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *